Publicado em Deixe um comentário

Esclareça suas dúvidas e cresça como Piscinólogo

“Trabalho há 19 anos limpando já cheguei a limpar sozinho 30 piscinas, mas confesso que já pensei em desistir, muitas pessoas não dão valor no seu trabalho e a cada dia surge curioso cobrando barato…”

Hoje, aproveitando o comentário do Rubens Leandro Nunes quero contar uma história para os profissionais que trabalham na área de piscina e dizem que não estão ganhando o salário adequado com a profissão, pois toda hora aparecem profissionais que cobram valores menores e os donos de piscinas contratam, não valorizam os profissionais mais preparados.

Os donos de piscina, normalmente, desconhecem os riscos embutidos em uma piscina mal tratada. Eles precisam ser informados sobre todo o processo do tratamento para equilibrar quimicamente de acordo com as normas da A.B.N.T. e devem receber um relatório do profissional que trata a água, ou seja os clientes, os proprietários, precisam saber que o responsável pelo tratamento das piscinas é, na realidade, um parceiro na promoção e manutenção da qualidade de vida deles.

Quer saber como ser um Piscinólogo Profissional !??! Veja como AQUI

Esclareça suas dúvidas e cresça como piscinólogo

Vou contar algo que aconteceu comigo. Quando era estudante eu ganhava alguns trocados instalando redes de proteção que um amigo fazia, instalamos redes em várias piscinas e sempre encontrava os piscineiros que apenas jogavam cloro na água, escovavam a piscina e iam embora!! Eu olhava aquilo e me incomodava, como os donos de piscina que tinham tanta grana não se preocupavam com a saúde!! Como estudante de Química eu sabia o quanto era importante equilibrar e monitorar quimicamente a água para mantê-la saudável. A minha resposta veio rapidamente, eles não sabiam do perigo que estavam correndo!!

Esclareça suas dúvidas e cresça como Piscinólogo

Resumindo, entrei no mercado. Quando ia instalar rede eu levava um kit teste e mostrava para o cliente que a água da piscina não estava de acordo com os padrões e explicava as inúmeras doenças que uma água de piscina pode transmitir. Eles ficavam estarrecidos e perguntavam quem poderia cuidar da piscina e eu dizia – eu! Na época eu era muito novo e eles me olhavam assustados, mais tinha firmeza no que falava, e fui crescendo… e olha que o meu preço era o dobro dos piscineiros!

Eu dava explicações técnicas verdadeiras, como por exemplo, que o volume de água da piscina exige uma quantidade x de produtos químicos e que é necessário um conhecimento maior, uma dedicação diferente da que eles estavam recebendo. O tratamento correto não se resume apenas ao cloro, ou seja, eu era claro e honesto com o meu cliente. E o que me fez iniciar este projeto foi perceber que 20 anos depois, as coisas continuam muito parecidas! O desconhecimento e o despreparo imperam! A minha proposta é vamos esclarecer e profissionalizar Piscinólogos!! Veja como

Gostou do conteúdo? Curta, indique, Compartilhe! Dúvidas? Deixe nos comentários!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *